História

Para que você possa entender melhor a CONCRE HOUSE é fundamental que conheça um pouco de sua história.

Em 1992, o arquiteto formado pela Universidade Federal de Pelotas, Cláudio Barcellos inicia seus trabalhos como construtor e consultor a peritos judiciais na área de construção civil identificando inúmeras patologias construtivas. Incomodado com os dados adquiridos através das perícias realizadas nos processos construtivos tradicionais, inicia o processo de busca de tecnologias alternativas a fim de evitar problemas recorrentes.

É assim que, no ano de 1993, o arrojado arquiteto implanta um plano de qualidade para as suas obras e constata a grande lacuna que existia entre processos e mão de obra.

Nos anos seguintes, Cláudio realiza um estudo detalhado de todas as tecnologias existentes na área de construção civil, e em 1996, participa do 1º curso de paredes em concreto onde vislumbra uma tecnologia alternativa ao uso da madeira nesse tipo de processo.

No ano de 1997 desenvolve um sistema com fôrmas de ferro e percebe que o mesmo era inviável devido ao peso e complexidade da logística na construção. Assim, no mesmo ano busca alternativas tecnológicas com fibras, plásticos, entre outros materiais.

Em 2000 ingressa na incubadora do Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Sul (CEFET-RS), hoje denominado IFSul (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense) para o desenvolvimento da empresa e tecnologia construtiva de casas e edifícios com vários pavimentos.

Em 2001, Cláudio conquista o prêmio Nacional de Soluções Alternativas para Construção de Baixo custo no Brasil. O prêmio foi conferido pela Caixa Econômica Federal e IAB (Instituto dos Arquitetos do Brasil), através de um projeto apresentado na forma de maquetes eletrônicas, em parceria com o CEFET- RS. No mesmo ano, através do IFSul, firma a parceria com a empresa Ipiranga Pólo Petroquímico para o desenvolvimento tecnológico do processo.

A convite da Feira de Inovações Tecnológicas realizada junto a XI Fenadoce, em 2003, o arquiteto apresenta seu processo em maquete, sendo visitado por milhares de pessoas, entre elas, o Ministro da Ciência e Tecnologia Roberto Amaral, que posteriormente, entusiasmado com o processo, contribui para o sucesso do protótipo inicial.

Através de recursos próprios, em 2004, Cláudio desenvolve as matrizes necessárias para a materialização do processo, sendo o mesmo apresentado na XII Fenadoce, através de uma casa de 54 m², com mais de 15.000 visitações ao stand, tendo entre as quais, destaque para os Ministros Olívio Dutra e Tarso Genro, que demonstraram enorme interesse no processo. Em pesquisa realizada no decorrer da feira mais de 300 pessoas demonstraram interesse em adquirir uma residência através do método construtivo inovador.

Em janeiro de 2005, é constituído o protótipo inicial no pátio do CEFET-RS sendo sua execução um sucesso absoluto.

Durante dois anos e meio a empresa recebeu todo o apoio da Incubadora, em conjunto com o SEBRAE, sendo graduada em 2005. Em meados de julho do mesmo ano, a Prefeitura Municipal de Pelotas contrata a tecnologia CONCRE HOUSE, que até então se chamava SISTECCON, para repasse tecnológico na execução de 92 casas populares, em sistema de mutirão, sob-responsabilidade da própria prefeitura.

Através do revolucionário sistema CONCRE HOUSE em 2006, são construídas cinco escolas no município de Charqueada, no prazo de três meses, tendo em sua grande maioria, pessoas não habilitadas profissionalmente na área de construção civil.

De 2007 até o momento, a empresa vem desenvolvendo inúmeras outras obras, em parceria com construtoras, desde casas populares até sobrados de alto padrão, de forma a consolidar o processo construtivo. A utilização do mesmo vem recebendo grande atenção de entidades governamentais e não governamentais, bem como o interesse da mídia.

É assim que em 2012, Claudio associa-se a Cristiano Aldriguete, empresário do seguimento hoteleiro na cidade de Jaguariúna, que iniciou a sua carreira ainda no segundo grau escolar, empreendendo no comércio varejista da cidade de Campinas.

Com perfil arrojado, Cristiano, entre os anos de 1994 a 1997, se dedica a área de eventos realizando festas e shows na cidade e região. Com a experiência adquirida ao longo dos anos, Cristiano, entra no ramo de hotelaria, onde vem se destacando até a presente data.

Com o sucesso da união entre Cláudio e Cristiano, e na esteira das grandes oportunidades de um mercado em franco crescimento, que conta com um déficit habitacional de mais de 8 milhões de moradias, um significativo passo foi dado na evolução do negócio com a criação do “Sistema de Franquia CONCRE HOUSE”. O objetivo desse novo modelo de negócios para a empresa, é ampliar e difundir o método de construção CONCRE HOUSE, com a garantia de padrão de qualidade em toda a cadeia de valores, por todo o Brasil.

Acreditando na força da marca, a CONCRE HOUSE vislumbra o crescimento de sua rede, através do sistema Franchising, sendo que o aperfeiçoamento e a reciclagem constante garantirão o sucesso e a credibilidade junto aos clientes, fornecedores e parceiros.